Página:  1  2  ()

Capacitar os profissionais das GEREDs e das escolas da rede estadual de ensino, envolvidos na educação de surdos de Santa Catarina.

OBJETIVO: Capacitar os professores de Educação Física das  instituições conveniadas com a FCEE e da Rede Regular, para que os mesmos possam atuar junto as pessoas com deficiência atendidas por eles,  com mais conhecimento sobre deficiências e a importância da Atividade Física na promoção da saúde para esta população.

 

PÚBLICO ALVO: Professores de Educação Física das instituições conveniadas com a FCEE e do Ensino Regular

OBJETIVO: Capacitar os professores de Educação Física das  instituições conveniadas com a FCEE e da Rede Regular, para que os mesmos possam atuar junto as pessoas com deficiência atendidas por eles,  com mais conhecimento sobre deficiências e a importância da Atividade Física na promoção da saúde para esta população.

 

PÚBLICO ALVO: Professores de Educação Física das instituições conveniadas com a FCEE e do Ensino Regular

Objetivo: Capacitar os profissionais da Equipe técnica das APAES do Estado de Santa Catarina, que realizam a avaliação diagnóstica.

Público alvo: Equipe técnica das APAES do Estado de Santa Catarina. No máximo quatro vagas para cada instituição, sendo uma vaga para cada uma das áreas a seguir: psicologia, fisioterapia, fonoaudióloga e pedagogia.

Objetivo: Capacitar os profissionais da Equipe técnica das APAES do Estado de Santa Catarina, que realizam a avaliação diagnóstica.

Público alvo: Equipe técnica das APAES do Estado de Santa Catarina. No máximo quatro vagas para cada instituição, sendo uma vaga para cada uma das áreas a seguir: psicologia, fisioterapia, fonoaudióloga e pedagogia.


Objetivo:

 Capacitar os profissionais da Equipe técnica das APAES do Estado de Santa Catarina, que realizam a avaliação diagnóstica.

 

Público alvo: 

Equipe técnica das APAES do Estado de Santa Catarina. No máximo quatro vagas para cada instituição, sendo uma vaga para cada uma das áreas a seguir: assistente social, psicologia, fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudióloga e pedagogia.


O objetivo desse curso é capacitar os profissionais da educação para que possam entender como é o funcionamento cognitivo na aprendizagem.

Este curso tem como objetivo capacitar servidores em Língua Brasileiras de Sinais - LIBRAS, para que estejam aptos a estabelecer um primeiro contato com os surdos.

Capacitar os membros da Equipe técnica, principalmente os assistentes sociais, que fazem parte da equipe que atua na área de Concessão e Recadastramento da Pensão Especial Estadual. 

Capacitar os membros da Equipe técnica, principalmente os assistentes sociais, que fazem parte da equipe que atua na área de Concessão e Recadastramento da Pensão Especial Estadual. 

OBJETIVO:

Capacitar os Assistentes Sociais, que fazem parte da equipe que atua na área de Concessão e Recadastramento da Pensão Especial Estadual.

 

PÚBLICO ALVO:

Equipe Técnica da Pensão Especial Estadual: Principalmente os Assistentes Sociais, ou Psicólogos ou Médicos da referida Equipe. A inscrição das Assistentes Sociais deverá ser comprovada pelo registro da Inscrição do respectivo Conselho.

Pelo menos 1 (um) membro da Equipe credenciada deverá se capacitar e repassar os conhecimentos aos demais.

Aos técnicos que ainda não estão credenciados, na qual a Instituição interessada ainda não se credenciou, poderão se inscrever também os profissionais acima mencionados.

Objetivo:

Capacitar os profissionais que utilizam, ou que tenham interesse em utilizar, a Capoeira como: recurso educacional; qualidade de vida por meio de novos hábitos de saúde e de melhora das qualidades físicas; e reabilitação psicomotora.

 

Público alvo:

Profissionais de instituições especializadas e rede regular de ensino das áreas de Educação Física e Pedagogia, bem como, profissionais externos que atuem como educadores de Capoeira.

OBJETIVO: Apresentar o modelo da CIF aos profissionais das APAES

 

PÚBLICO ALVO: Preferencialmente assistentes sociais, psicólogos e pedagogos que atuem na matrícula/registro e avaliação dos educandos das onze APAES integrantes da Coordenadoria Regional da Grande Florianópolis.

OBJETIVO: Apresentar o modelo da CIF aos profissionais da FCEE que atuam no cadastramento/triagem e recadastramento dos usuários.      

 

PÚBLICO ALVO: Assistentes sociais, psicólogos e pedagogos da FCEE que atuam no cadastramento/triagem e recadastramento dos usuários.

Objetivos: 

Difundir o uso da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS, favorecendo a comunicação entre surdos e ouvintes no desempenho das atividades profissionais, nas relações sociais com cidadãos surdos na garantia do respeito à diferença, à diversidade sócio-cultural.

Estimular a compreensão e conversação, através do contato intensivo com a LIBRAS, por meio da plataforma moodle, objetivando o desempenho linguístico dos interessados.

 

Público alvo: Esse curso está destinado a profissionais que atuam no atendimento ao público do Ministério Público de Santa Catarina.

 

Objetivo:

Difundir o uso da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS, favorecendo a comunicação entre surdos e ouvintes no desempenho das atividades profissionais, nas relações sociais com cidadãos surdos na garantia do respeito à diferença, à diversidade sócio-cultural.

 

Público Alvo

Esse curso está destinado a profissionais que atuam no atendimento ao público do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina.

Objetivo do curso:

Difundir o uso da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS, favorecendo a comunicação entre surdos e ouvintes no desempenho das atividades profissionais, nas relações sociais com cidadãos surdos na garantia do respeito à diferença, à diversidade sócio-cultural. 

Objetivo: Difundir o uso da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS, favorecendo a comunicação entre surdos e ouvintes no desempenho das atividades profissionais, nas relações sociais com cidadãos surdos na garantia do respeito à diferença, à diversidade sócio-cultural.

 

Público Alvo: Esse curso está destinado a profissionais que atuam no atendimento ao público do Tribunal Regional do Trabalho de Santa Catarina, que tenham o curso Básico de LIBRAS.

Objetivo: Difundir o uso da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS, favorecendo a comunicação entre surdos e ouvintes no desempenho das atividades profissionais, nas relações sociais com cidadãos surdos na garantia do respeito à diferença, à diversidade sócio-cultural.

 

Público Alvo: Esse curso está destinado a profissionais que atuam no atendimento ao público do Tribunal Regional do Trabalho de Santa Catarina, que tenham o curso Básico de LIBRAS.

Essa capacitação é a continuação do Libras básico, nível I, para os cursistas que foram aprovados na etapa do curso básico - Libras básico I. 

Objetivo:

Qualificar os profissionais que atuam nos Centros de Atendimento Especializados em Educação Especial (CAESPs) conveniados a FCEE, com vistas à multiplicação de estratégias de prevenção e intervenção terapêutica para adultos com deficiência intelectual em processo de envelhecimento.

 

Público alvo:

Profissionais que atuem nos Centros de Atendimento Especializados em Educação Especial (CAESPs) conveniados a FCEE, que trabalhem no atendimento de pessoas com deficiência intelectual em fase de envelhecimento.

Objetivo:

Qualificar os profissionais que atuam nos Centros de Atendimento Especializados em Educação Especial (CAESPs) conveniados a FCEE, com vistas à multiplicação de estratégias de prevenção e intervenção terapêutica para adultos com deficiência intelectual em processo de envelhecimento.

 

Público alvo:

Profissionais que atuem nos Centros de Atendimento Especializados em Educação Especial (CAESPs) conveniados a FCEE, que trabalhem no atendimento de pessoas com deficiência intelectual em fase de envelhecimento.

Este curso tem o objetivo de capacitar os professores de Educação Física da Rede Regular e Especial de Ensino, para que os mesmos possam atuar junto as pessoas com deficiência atendidas por eles,  com mais conhecimento sobre deficiências e Educação Física.

 

Objetivo: capacitar os professores de Educação Física da Rede Regular e Especial de Ensino, para que os mesmos possam atuar junto as pessoas com deficiência atendidas por eles,  com mais conhecimento sobre deficiências e Educação Física.

Público alvo: Professores de Educação Física das instituições conveniadas com a FCEE e da Rede regular de ensino, das Agências de Desenvolvimento Regional - ADRs10ª a 17ª, e Grande Florianópolis

Objetivo: Capacitar os professores de Educação Física da Rede Regular e Especial de Ensino, para que os mesmos possam atuar junto as pessoas com deficiência atendidas por eles,  com mais conhecimento sobre deficiências e Educação Física.

Público alvo: Professores de Educação Física das instituições conveniadas com a FCEE e da Rede regular de ensino, das Agências de Desenvolvimento Regional - ADRs 28ª a 36ª.

 

Objetivo: Capacitar os professores de Educação Física da Rede Regular e Especial de Ensino, para que os mesmos possam atuar junto as pessoas com deficiência atendidas por eles,  com mais conhecimento sobre deficiências e Educação Física.

Público alvo: Professores de Educação Física das instituições conveniadas com a FCEE e da Rede regular de ensino, das Agências de Desenvolvimento Regional - ADRs 19ª a 27ª.

 

OBJETIVO: Capacitar os professores de Educação Física das  instituições conveniadas com a FCEE e da Rede Regular, para que os mesmos possam atuar junto as pessoas com deficiência atendidas por eles,  com mais conhecimento sobre deficiências e Educação Física.

PÚBLICO ALVO: Professores de Educação Física das instituições conveniadas com a FCEE e da Rede Estadual de Ensino.

Promover o conhecimento teórico e prático, favorecendo o processo de inclusão escolar e o desenvolvimento dos alunos com diagnósticos de TEA, TDAH e DI, por meio da oportunidade de formação a distância aos profissionais da rede regular de ensino que atuam com esse público. Corroborando, desta forma, com a missão da FCEE de fomentar, produzir e difundir o conhecimento na área de educação especial.

OBJETIVOS:

  • Identificar as contribuições das TIC ao currículo, por meio da elaboração de projetos em sala de aula;
  • Abordar o conceito de projeto relacionando ao contexto educacional tecnológico e inclusivo;
  • Planejar e desenvolver o Projeto Integrado de Aprendizagem.  
  • Postar na plataforma portal do professor_ MEC;
  • Articular os estudos sobre mapas conceituais ao trabalho com projetos e tecnologias, como estratégia para facilitar a aprendizagem significativa e mapear o currículo desenvolvido em projetos de trabalho.

PÚBLICO ALVO: Professores dos Centros de Atendimento da FCEE; gestores e professores das instituições conveniadas a FCEE; professores, segundo professor e professores do AEE da rede Estadual de ensino. 

O objetivo dessa capacitação é a formação de  profissionais no processo de produção e transcrição de materiais em relevo, no software Monet. 

Objetivo: Capacitar os professores de Educação Física da Rede Regular e das Instituições conveniadas com a FCEE para atuar com esporte Paralímpico, conhecendo sua história, classificação e atividades de iniciação, ampliando seus conhecimentos e possibilidades de atuação com aluno com deficiência.

Público Alvo: Professores de Educação Física das instituições conveniadas com a FCEE e do Ensino Regular.

Objetivo: Capacitar os professores de Educação Física da Rede Regular e das Instituições conveniadas com a FCEE para atuar com esporte Paralímpico, conhecendo sua história, classificação e atividades de iniciação, ampliando seus conhecimentos e possibilidades de atuação com aluno com deficiência.

Público Alvo: Professores de Educação Física das instituições conveniadas com a FCEE e do Ensino Regular.

OBJETIVO:

Qualificar a atuação dos profissionais da educação infantil, que atuam ou que possam vir a atuar diretamente com crianças surdas, abrangendo os municípios do estado de Santa Catarina.

 

Público alvo:

Professores que atuam na educação infantil.

objetivo: Promover a inclusão digital dos profissionais de educação especial fomentando momentos de reflexão sobre o impacto das transformações provocas pela evolução das mídias e da tecnologia na sociedade e, a partir do uso de recursos tecnológicos do computador, dinamizar as práticas pessoais e pedagógicas.

objetivo: Promover a inclusão digital dos profissionais de educação especial fomentando momentos de reflexão sobre o impacto das transformações provocas pela evolução das mídias e da tecnologia na sociedade e, a partir do uso de recursos tecnológicos do computador, dinamizar as práticas pessoais e pedagógicas.

Objetivo do curso:

Resgatar o uso dos jogos e brincadeiras no ambiente educacional como recurso pedagógico para promover o desenvolvimento físico, psíquico e sócio cultural do indivíduo.

Objetivo do curso:

Resgatar o uso dos jogos e brincadeiras no ambiente educacional como recurso pedagógico para promover o desenvolvimento físico, psíquico e sócio cultural do indivíduo.

Vagas esgotadas.

Objetivo do curso:

Resgatar o uso dos jogos e brincadeiras no ambiente educacional como recurso pedagógico para promover o desenvolvimento físico, psíquico e sócio cultural do indivíduo.

Página:  1  2  ()